Gonartrose

Informações sobre a artrose do joelho.

Cartilagem

A cartilagem é um tecido elástico, flexível e macio que cobre e protege as extremidades dos ossos longos nas articulações e é um componente estrutural da caixa torácica, da orelha, do nariz, dos tubos brônquicos, dos discos intervertebrais, e de muitos outros componentes do corpo. Não é tão duro e rígido como o osso, mas é mais rígido e menos flexível do que o músculo. Devido à sua rigidez, muitas vezes a cartilagem tem a finalidade de manter os tubos abertos no corpo. Exemplos incluem os anéis da traqueia, tais como a cartilagem cricóide e carina, o toro tubário na abertura do tubo faringo-timpânico/auditivo, a ala das narinas e a aurícula/pavilhão auricular.

A cartilagem é composta de células especializadas chamadas condrócitos que produzem uma grande quantidade de matriz extracelular colagenosa, substância fundamental abundante que é rica em fibras de proteoglicano e elastina. A cartilagem é classificada em três tipos, cartilagem elástica, cartilagem hialina e fibrocartilagem, que diferem em quantidades relativas de colágeno e proteoglicano.

A cartilagem não contém vasos sanguíneos (é avascular) ou nervos (é aneural). A nutrição é fornecida aos condrócitos por difusão. A compressão da cartilagem articular ou flexão da cartilagem elástica gera fluxo de líquidos, o que auxilia a difusão de nutrientes para os condrócitos. Em comparação a outros tecidos conjuntivos, a cartilagem tem um volume de rotação muito lento de sua matriz extracelular e não faz reparação.